Arquivo da categoria: Notícias

Caravana do Meio Século – agende a sua escola!

Imagem

Caravana Boi de Seu Teodoro

Anúncios

Release geral com programação- São João dos 50 Anos do Boi de Seu Teodoro (DF)

Padrão

Com rica programação, um dos mais famosos grupos de Bumba-meu-Boi do Brasil, promete fazer uma festa com toda a riqueza da cultura popular, com forró ao vivo e quadrilhas juninas, aliadas às delicias da culinária junina oferecidas em barracas típicas


De sexta a domingo (21 a 23/06), SEMPRE a partir das 15h, a Quadra 15 Área Especial no. 2, em Sobradinho, no Centro de Tradições Populares será realizada a celebração do São João dos 50 Anos do Boi de Seu Teodoro, com artistas que mostram a diversidade cultural brasiliense e maranhense. Essa Festa já faz parte do CALENDÁRIO OFICIAL DE EVENTOS DO DF, conforme LEI DISTRITAL 1383/1997 e o Projeto conta com recursos financeiros do Fundo de Apoio à Cultura (FAC-DF) . Entrada Franca e Censura indicativa Livre.

O Ciclo do Bumba-meu-Boi todos os anos é realizado desde o sábado de Aleluia até um sábado que antecede a véspera do dia de São João (em junho). O Bumba-meu-boi é batizado após as 0h, do dia 24, em um momento de Religiosidade, Fé e Devoção a este santo padroeiro.

Formato – O evento terá o formato de um arraial junino, com forró ao vivo e quadrilhas juninas, cantores e bandas locais, apresentação de Boi e do Tambor de Crioula de Seu Teodoro, apresentação do TAMBOR DE CRIOULA RAÍZES DA ILHA (SÃO LUIS-MA), praça da alimentação, barracas típicas e área de recreação infantil.

A Festa –A Festa do Boi de Seu Teodoro é realizada tradicionalmente desde 1963 na sede do grupo (Centro de Tradições Populares, em Sobradinho/DF). Este ano realiza o seu cinquentenário de forma especial, afinal chegaram a meio século de existência, de luta e de paixão pela cultura maranhense. O grupo folclórico Bumba Meu Boi e Tambor-de-crioula foi idealizado pelo saudoso Mestre maranhense Teodoro Freire, juntamente com alguns amigos que também já partiram para o plano superior. Em 1963, foram uniram as paixões e saudades da cidade natal, impulsionando então, o sonho de Seu Teodoro de ter um “Boi” no Planalto Central. O sonho tornou-se real e o boi ganhou vida, assim como fez no Rio de Janeiro, antes de fincar suas raízes no Distrito Federal. Seu Teodoro deixou a capital carioca, mas não sem antes demonstrar a paixão pelo Bumba meu boi, onde criou um grupo e realizou inúmeras apresentações. Ele é o grande responsável pela presença do Bumba-Meu-Boi em Brasília, manifestação cultural trazida do Maranhão que encanta a todos, embalada com os seus mais diversos ritmos e sotaques. Hoje, sob o comando perseverante de Guarapiranga Freire, filho caçula do saudoso Mestre Teodoro, não mede esforços para realização desta justa homenagem ao grupo, Bumba meu boi e Tambor-de-crioula de Seu Teodoro. Guarapiranga acredita ser uma forma de homenagear também a luta do pai.

Bumba Meu Boi é tido como uma das mais ricas representações do folclore brasileiro. É fruto da união de elementos das culturas europeia, africana e indígena, com maior ou menor influência de cada uma dessas culturas, nas diversas variações regionais do Bumba Meu Boi. A música é um elemento fundamental no Bumba Meu Boi. O canto normalmente é coletivo, acompanhado de matracas, pandeiros, tambores e zabumbas, embora se encontrem, em alguns grupos, instrumentos mais sofisticados, como trombones, clarinetas.

O Tambor de Crioula destaca-se como uma das modalidades mais difundidas e ativas no cotidiano. De modo geral, podemos defini-la como uma forma de expressão de matriz afro-brasileira que envolve dança circular, canto e percussão de tambores. Dela participam as “coureiras”, tocadores e cantadores, conduzidos pelo ritmo incessante dos tambores e o influxo das toadas evocadas, culminando na punga (ou umbigada) – movimento coreográfico no qual as dançarinas, num gesto entendido como saudação e convite, tocam o ventre umas das outras. Seja ao ar livre, nas praças, no interior de terreiros, ou então associado a outros eventos e manifestações, o Tambor de Crioula é realizado sem local específico ou calendário pré-fixado e praticado especialmente em louvor a São Benedito. Embora não se possa precisar com segurança suas origens históricas, é possível encontrar, dispersas em documentos impressos e na memória dos mais velhos, referências a cultos lúdico-religiosos realizados ao longo do século XIX por escravos e seus descendentes enquanto forma de lazer e resistência ao contexto opressivo do regime de trabalho escravocrata.

PROGRAMAÇÃO

SEXTA-FEIRA – 21 DE JUNHO

15H – HINO NACIONAL COM GRUPO CULTURAL MAMBEMBRINCANTE (DF)

Participação especial de cerca de 300 alunos de escolas do DF e de Goiás.

16h – Dança Folclórica – Bumba-meu-boi de Seu Teodoro (DF)

17h – Circo Teatro Artetude (DF)

18h – Quadrilha Junina Formiga da Roça (São Sebastião- DF)

SÁBADO – 22 DE JUNHO

15H – Roda de Prosa – Tema: Cultura do DF

16h – Transmissão ao Vivo- Telão – Jogo Brasil x Itália (Copa das Confederações)

17h45 – Arraial de Palhaças Doutoras, Música e Riso (DF)

18h15 – Tambor de Crioula de Seu Teodoro (DF)

19h- Quadrilha “CHAMEGOS DO Ó” (Setor O – Ceilândia)

19h45- Forró Cuscuz com Leite (DF)

21h- Pé de Cerrado

22h15 – Alex Júnior e Banda (DF)

23h30 – Márcio Texano (DF)

0h45 – Nilson Freire (DF)

DOMINGO – 23 DE JUNHO

15H – Roda de Prosa – Tema: Cultura do DF

16h – Centro Cultural Grito de Liberdade, Mestre Cobra (Capoeira-DF)

17h – Banda Muito Bom Gostoso (DF)

18h – Tambor de Crioula RAÍZES DA ILHA (SÃO LUÍS – MA))

19h-Tambor de Crioula de Seu Teodoro (DF)

20h – Quadrilha Se Bobiá a Gente Pimba (Samambaia-DF)

21h- Grupo Baile de Caixa (MA)

22h – Trio Sirido (DF)

23h30 – Dança Folclórica – Bumba-meu-boi de Seu Teodoro (DF)

0h30 – Só pra Xamegar (DF)

Contatos/informações para o publico – Guarapiranga Freire – (61) 9669-1020 – boideseuteodoro@gmail.com

Assessoria de imprensa- Marcos Linhares – (61) 8405-8290linhares@marcoslnhares.com.br E

Vitor Ferns – (619200 7710

BOI DE SEU TEODORO FAZ CHAMADA À COMUNIDADE PARA IDENTIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS SOBRE A HISTÓRIA DO GRUPO

Padrão

Herdeiros do Mestre iniciam construção de Centro de Referência e solicitam ajuda para levantamento que contará a trajetória do Boi em Brasília

 O Centro de Tradições Populares de Sobradinho – Bumba Meu Boi de Seu Teodoro completa 50 anos em 2013. Patrimônio cultural do DF, o Boi passa por um processo de inventário, que organizará a vasta documentação sobre o tema, a fim de salvaguardar essa importante expressão local.

O trabalho de Seu Teodoro e da comunidade do Bumba inspirou a produção de registros variados – vídeos, fotos, livros, entrevistas, trabalhos escolares e acadêmicos, objetos, etc. – que, agora reunidos, podem ser importantes para a construção da memória e do futuro desta tradição.

Portanto, solicitamos àqueles que possam prestar depoimentos sobre Seu Teodoro, o Boi e outros aspectos da história do Centro de Tradições, ou que tenham informações sobre documentos que possam ser copiados, catalogados e, que entrem em contato conosco, entre os dias 08 e 19 de abril, nos horários e endereços abaixo.

 Centro de Tradições Populares – Bumba Meu Boi de Seu Teodoro

Quadra 15 – Área Especial no 2

Sobradinho/DF – 73.045-620

Tratar com Carlos Eduardo (Duda)

Tel. (61) 8570-0085 ou (61) 8192-9504 ou (61) 9100-3658

caefreire@gmail.com

Horário de atendimento: das 9 às 18h

Secretaria de Estado da Cultura (SEC-DF)

Subsecretaria de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural

SCTN – Via N2 – Anexo do Teatro Nacional Cláudio Santoro

Brasília/DF – 70.041-905

Tratar com Thaian (período da manhã) ou Gabriel (período da tarde)

Tel. (61) 3325-6751

Horário de atendimento: Das 9 às 12h e das 14 às 18h

Coordenação Geral do projeto

Marcelo Manzatti

Tel. (61) 9325-8037

marcelo.manzatti@terra.com.br

Realização: Centro de Tradições Populares, Gunga, Secretaria de Estado da Cultura e Superintendência Regional do Iphan/DF

Apoio: Famaliá Produções LTDA., Coletivo Muruá, Transe/SOL/UnB, Fato e GF Produções

Saiba mais:

Seu Teodoro Freire veio para Brasília em 1963 com a missão de trazer o Bumba Meu Boi, tradicional no Maranhão, para a nova capital. Teve o apoio de Edison Carneiro, Darcy Ribeiro, Ferreira Gullar, entre muitos agentes e personagens que ajudaram na construção de uma identidade para Brasília como reflexo da diversidade cultural do país. Com Seu Teodoro vieram muitos outros maranhenses que, além de participarem do desenvolvimento da cidade, assumiram o legado de salvaguardar e divulgar o Bumba Meu Boi e outras expressões tradicionais do Maranhão na nova capital.

O Bumba Meu Boi e o Tambor de Crioula, praticados no Centro de Tradições Populares, são expressões tradicionais da cultura popular reconhecidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como Patrimônio Cultural do Brasil. O Boi de Seu Teodoro também é reconhecido como Patrimônio Cultural do DF. Sua história se confunde com a própria história de Brasília. Os conhecimentos relativos à realização dessa expressão cultural têm sido transmitidos através das gerações e permanece vital como referência da cultura e da identidade da capital do Brasil.

CONVITE

Padrão

É COM MUITA SATISFAÇÃO E ORGULHO QUE, O BUMBA-MEU-BOI DO SAUDOSO MESTRE TEODORO FREIRE, TEM A HONRA DE CONVIDA VOSSA SENHORIA E FAMÍLIA PARA PARTICIPAREM  DA TROCA DA BANDEIRA NACIONAL SOBRE O COMANDO DO VI COMAR DA AERONÁUTICA, COMEMORANDO 40 ANOS DO 1º HASTEAMENTO SOBRE SUA RESPONSABILIDADE E HOMENAGEANDO O ESTADO DO MARANHÃO, NO DIA 03/03/2013, DOMINGO, ÀS 10H NA PRAÇA DOS TRÊS PODERES EM BRASÍLIA-DF. 

EXERÇAM CIDADANIA, VENHAM, PARTICIPEM!!!
ENTRADA FRANCA.
 
AGRADECEM DESDE JÁ, TENENTE DAIANA E BOI DE SEU TEODORO.